O que é o Curriculum Lattes?

Que o currículo é um documento do tipo histórico usado para relatar experiências profissionais de uma pessoa que deseja um emprego, todo mundo já sabe. O que não é de conhecimento universal é que existe mais de um tipo de currículo, como por exemplo, o Curriculum Lattes, que é elaborado nos padrões da plataforma Lattes, do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico). Essa plataforma abrange a experiência do CNPq no que diz respeito a dados de currículos, de grupos de pesquisa e de instituições em um único sistema de informação. Chamada Plataforma de Lattes, em homenagem ao físico César Lattes, disponibiliza cerca de 1.60.000 currículos de profissionais que atuam nas ares de ciência, tecnologia e inovação em sua rede.

O Lattes é um currículo que não apenas contem dados de empregos e experiências anteriores, mas sim uma listagem de todos os feitos inerentes à carreira. O sistema Lattes é um banco de dados disponível na internet, com os Curriculuns Lattes dos profissionais, e as empresas tem acesso. Essa disponibilização pública dos dados dá confiabilidade e transparência as atividades do CNPq, interligando pesquisadores e instituições. Atualmente essa ferramenta tornou-se indispensável, devido à riqueza de informações e facilidade que apresenta. Considerado padrão nacional de registro da vida profissional de estudantes e pesquisadores do país, é adotado pela grande maioria das instituições.  Sendo um currículo cheio de detalhes, espera-se que seja mais longo, para um profissional com pouca experiência o ideal são de duas a quatro páginas, já para um profissional bastante experiente o Lattes pode conter até sete páginas. O ideal, mesmo para uma pessoa com vastos conhecimentos e trabalhos, é que o currículo não ultrapasse dez páginas.

O termo currículo é originário da palavra latina Scurrere (correr) e refere-se a curso, carreira. Foi usado pela primeira vez em 1633, para designar um plano de estudos em Oxford English Dictionary. Implantado no campo pedagógico, o termo ganhou inúmeras definições ao longo dos tempos. Entre os anos de 1993 e 1999 foi criado um sistema de currículos específicos para credenciamento de orientadores, o Minicurrículo. Entre 98 e 99, houve uma busca para criação de um modelo de currículo. Em maio de 1999, ocorreu a compatibilização do novo currículo do CNPq com os dados de pós-graduação, e finalmente em agosto do mesmo ano, o lançamento de Sistema de Curriculum Lattes.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comente (será moderado)